Instagram

Facebook

Pinterest

sábado, 21 de setembro de 2013

Adeus quilinhos a mais!


Depois de uma cesariana de difícil recuperação, não se consegue pensar em dietas.

Mas assim  que as dores passam, começa-se a olhar para o roupeiro e a sentir saudades de caber dentro da nossa roupa.
Aguardei a consulta de revisão de parto e assim que ouvi o "OK" do ginecologista, nem pensei duas vezes! Na manhã seguinte lá fui eu, a cinta pós parto e uma camisola xxl para disfarçar a barriga.

A única restrição do médico foi não abusar dos abdominais, ou seja livre trânsito para tudo o que me fizesse perder todos os quilos a mais!

Comecei por frequentar as aulas de CYCLING (que me faziam sempre achar que ia morrer em cima de uma bicicleta);   O PUMP (que consistia em estar literalmente ao pulos em cima de um mini trampoli) e o GAP (Glúteos, abdominais e pernas e muitas-dores-à-mistura)!

Ao fim de um mês pesava praticamente o mesmo, comecei por desmotivar um bocadinho mas depois percebi que era normal, sendo que estava a ganhar massa muscular e estava a precisar mesmo era  aliar  ao treino, uma dieta apropriada. Foi então que resolvi  levar o plano mais a serio.
Iniciei uma dieta rica em proteínas e sem carbohidratos, depois das 18h.
Ou seja, voltei a fazer a minha bela aveia com leite de soja e a granola da Mafalda que combina sempre bem com os iogurtes naturais. Ao jantar, nada de, arroz, massas, pão, doces...
Substitui os ataques de doces, por gelatinas, (esta foi a parte mais difícil, confesso)!

O mais estranho aos olhos dos outros, é que me viam constantemente a comer! De manha cheguei a fazer ovos mexidos com camarão. Não passava mais de duas horas sem comer, uma peça de fruta, uma fatia de queijo, uma cenoura crua... Também bebia quase todos os dias logo de manha um batido de fruta com folhas verdes de alface ou outro legume verde que para aqui tivesse.
 A ideia era nunca ficar esfomeada!

Ao quarto mês já estava completamente recuperada tanto quanto enjoada de estar fechada num ginásio!
Foi um grande aliado sim mas eu cá sou muito mais adepta de desportos ao ar livre e por isso estou de volta às minhas corridinhas!

O corpo e a mente estão me muito agradecidos :)


Sem comentários:

Enviar um comentário