Instagram

Facebook

Pinterest

domingo, 30 de março de 2014

Projeto 100 Strangers - 3/100

Avistei o farol enquanto fazia a travessia. Na sua base corria a pequena S. enquanto os pais pareciam discutir à beira rio. Primeiro observou-me de seguida passou às apresentações e interrogatórios aguçados de espontaneidade.


"Olá chamo-me Sara e este é o meu irmão e esta é a nossa casa!";
"Podes tirar fotografias de todos os lados"
"Também tens um irmão?"
 "Onde é que ele está?"
 "Porque é que não estão juntos?!!!"

Pedi autorização aos pais e tirei esta única fotografia. Expliquei à Sara que o meu irmão estava na casa dele e que já era crescido, e que também já não precisava que a mana tomasse conta dele mas ela não entendeu e riu-se como que se eu tivesse acabado de dizer a maior tolice possível!

Talvez o mundo dos crescidos seja demasiado desprendido para que a Sara possa entender que um dia seguirá caminhos diferentes do mano, que um dia os pais vão continuar a discutir mas já serão velhinhos, que um dia o bébe dela será um homem, que um dia o farol continuará no mesmo lugar, que as coisas vão mudar mas que o abraço do seu irmão continuará  a ser sempre o seu porto seguro maior.



Sem comentários:

Enviar um comentário