Instagram

Facebook

Pinterest

terça-feira, 26 de maio de 2015

Batizado do V.


No último baptismo que fotografei, o padre, interrompeu a missa e de uma forma menos agradável, mandou-me “imediatamente” parar de tirar fotografias!
Este sábado num outro baptismo, na paróquia dos Mártires, em pleno Chiado, o Padre recebeu-nos à porta da rua. Preferiu as primeiras palavras ali mesmo. E no meio de um enorme sorriso convidou-nos a entrar numa casa que é de todos.
No fim citou o Papa Francisco, dizendo que tinha sido uma cerimónia feliz, por ter vozes de crianças ao fundo!
 Como em tudo na vida, como em qualquer outra profissão, ou missão, acredito que há pessoas que têm o dom de ser e outras de parecer. 

Com mais ou menos fé, acredito que também somos o resultado das palavras que trocamos, das viagens que fazemos, das pessoas com quem a vida nos cruza.

Sem comentários:

Enviar um comentário