Instagram

Facebook

Pinterest

domingo, 12 de julho de 2015

A melhor amiga da Barbie mora aqui?


Há dias que olho para ela com cara de quem acabou de levar um estalo após um desmaio! E de seguida pergunto-me, onde é que esconderam a minha menina dos caracóis?
Não sei se foi das doses industriais que consumiu de brincadeiras destas, mas ás vezes sinto que mora aqui uma espécie de melhor amiga  da Barbie.  E agora que falo nisto recordo-me, daquela boneca que mora lá em baixo na arrecadação -  (arrecadação para nós, centro comercial de brinquedos para a tua irmã)!
Aquela Barbie não era loira, era realmente uma morenaça linda de cabelo explodido como o teu. Vinha acompanhada com uma prancha de surf, colar âmbar, tinha pés gordos e apresentava-se descalça com um biquíni floral e até cheirava a praia… Era tão linda, como tu!

Eu sei que a adolescência é tão boa como as birras dos três anos (nãos são de todo estas, as fases preferidas dos pais), mas também sei que a estrela que eu escondi nos teus caracóis continua ai. Ás vezes escondida pelo ondulado dos dias, mas ela está lá bem guardada, num brilho constante.

Se eu fosse uma mãe desatenta a tudo o resto, que não soubesse de cor e salteado que esta minha boneca também trazia na caixa torácica, um coração maior que o baú dos brinquedos velhos, diria que estes vídeos que tanto gosta  de fazer estavam carregados de mania, vaidade ou futilidade.

Mas aqui a mãe é apenas chata e confiante, que faz o melhor para que saibas sempre, que é no balanço entre o pacote de fora e o recheio de dentro que está o segredo maior. 


Sem comentários:

Enviar um comentário